terça-feira, 30 de junho de 2015

Vídeos da Semana



Salve Salve Nerds!



Vamos com os principais vídeos esportivos da semana, uma lista de vídeos de respeito. Começamos com o novo trailer de Tony Hawk Pro Skater 5, que nós falamos AQUI e agora trazemos mais um vídeo com novidades mais detalhadas do jogo. Confira, via Jovem Nerd:





Seguimos agora com Shaqiri, ídolo da seleção da Suíça. Ele se disfarçou como um velho treinador e apareceu para o treino das categorias de base de um time local. O disfarce não era aquelas coisas, mas ele conseguiu enganar as crianças e assustou quando conseguiu acertar lançamentos e chutes precisos. No final, ele tirou o disfarce e fez a festa da criançada. Confira, via Esporte Interativo:



Shaqiri se transforma em idoso e impressiona... por ZoacaoEI


A Nike sempre produz comerciais impressionantes, cheios de grandes jogadores como garotos propaganda. Dessa vez, eles trouxeram Neymar para uma experiência diferente e incrível. Durante o vídeo, você "é" o jogador e pode girar para todos os lados a câmera para ver o que está acontecendo em volta do lance. É muito legal ver as divididas, os dribles na visão do próprio jogador, por todos os ângulos. Confira e brinque no vídeo abaixo, via Trivela:





Seguimos com outro brasileiro, Hulk. O jogador do Zenit é conhecido pela potência do chute e em vídeo do seu clube, conseguiu derrubar o goleiro com o chute e furar a rede. Maldosos disseram que o vídeo é falso porque Hulk não consegue driblar tão bem assim, mas você tira as suas próprias conclusões sobre o lance. Veja abaixo, via Goal:




Na Moto 3, categoria de base da Moto GP, última volta da corrida e Niklas Ajo ia para a curva final. Mas, a moto dele escapou e ele ficou se segurando para não cair do lado. Pior ainda, ele precisou ter muita habilidade para fugir do muro para não bater com o corpo e se machucar seriamente. Confira a manobra incrível de Ajo e a explicação dele para o ocorrido:




A Inglaterra é o berço do futebol moderno e já foi campeã mundial em 1966. Desde lá, não ganhou nada e faz o seu povo continuar sonhando com uma grande conquista nos gramados. Pensando nisso, um canal inglês resolveu fazer um vídeo mostrando um destino diferente das eliminações inglesas nas competições que disputou. Até a "mão de Deus" de Maradona foi mudada no vídeo. Confira, via Trivela:




No Campeonato Bielorrusso, o Palmeiras x São Paulo local entre Slutsk e Neman Grodno. A partida terminou 4 a 0 para o Slutsk fora de casa, mas o destaque foi o autor de um dos gols, Sergey Levitski. Sergey pediu a noiva, moradora da cidade e que foi ver o jogo, em casamento. Pegou a caixinha com o anel no banco de reservas e fez o pedido. A noiva aceitou e Sergey, curiosamente, fez o amor vencer marcando justo contra seu ex-clube. Confira, via Trivela:




Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.


Até mais!

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Combo de Final de Semana



Salve Salve Nerds!

Está no ar mais um...... Combo de Final de Semana!

Iniciamos os trabalhos nas pistas, com três categorias tendo boas provas. Na Fórmula E, corrida final da primeira temporada com briga tripla pelo título entre Sebastian Buemi, Lucas di Grassi e Nelsinho Piquet. Piquet largou em décimo sexto e era o líder do campeonato, precisando que Buemi não chegasse muito a frente no grid. Já di Grassi tinha remotas chances de ganhar e acabou a prova em sexto lugar e no terceiro lugar do campeonato. Piquet precisou escalar o grid para garantir a taça. Aproveitou um Safety Car e conseguiu pular para oitavo, contando até com o companheiro de equipe cedendo posição. Outro brasileiro, Bruno Senna, segurou a pressão de Buemi e assim fez o suíço terminar em quinto, sem tomar o título de Nelsinho.
Esse é o primeiro título "mundial" brasileiro no automobilismo desde 2004 com Tony Kanaan na Fórmula Indy. Nelsinho enfim apaga o lamentável momento que o fez sair da Fórmula 1, quando forçou um acidente para beneficiar Fernando Alonso, seu companheiro de time na época, para agora ser campeão na temporada de estreia da Fórmula E.
Confira o resumo da prova abaixo e o relato completo AQUI:




Seguimos agora com a Moto GP, com corrida no circuito de Assen, na Alemanha. A corrida já começou com um recorde, pois com 36 anos Valentino Rossi se tornou o piloto mais velho da categoria a fazer uma pole position. Largando da frente, o italiano não teve moleza. Na sua cola durante a corrida toda, Marc Marquez foi um adversário a altura do nove vezes campeão mundial. Marquez, que é o atual campeão, chegou a passar Valentino, mas voltas depois o doutor tratou de passar novamente para não sair da liderança mais. Na última volta, eles chegaram a se tocar, com ambos quase caindo das motos, mas Rossi se manteve na frente e venceu. Em terceiro ficou Jorge Lorenzo, 14 segundos atrás dos líderes. Rossi é o líder do campeonato com 163 pontos, dez a mais do que Jorge Lorenzo, o segundo. Confira como foi toda a prova AQUI e abaixo um resumo do resumo em vídeo:




Nas 500 milhas de Fontana, prova disputadíssima pela Fórmula Indy. Foram nada menos do que 83 trocas de liderança da prova, sendo que 18 carros estavam na mesma volta no final da prova. A corrida estava tão boa que a primeira bandeira amarela apareceu apenas na volta 135 de 250, justo com um brasileiro. Hélio Castroneves acabou tendo Ryan Briscoe batendo em seu carro, o fazendo ir aos boxes tentar remendar o carro e voltando 10 voltas atrás dos líderes. Fugindo dos acidentes, quem se deu bem foi Montoya, que terminou em quarto e se isolou na liderança do campeonato com 407 pontos, contra 361 de Will Power. O vencedor da prova foi Graham Rahal, que não vencia uma corrida haviam 124 grandes prêmios. Em segundo terminou Tony Kanaan e em terceiro Marco Andretti. Leia o relato da prova inteira clicando AQUI.


Jejum terminado Foto: Divulgação/IndyCar
Das pistas para a quadra, onde o Brasil fez mais duas partidas pela Liga Mundial de Vôlei, desta vez contra a Austrália. Na primeira partida, a seleção se inspirou por estar jogando no ginásio do Parque Olímpico de Sidney e começou vencendo por 2 sets a 0, parciais de 25/17 e 25/18. No intervalo para o terceiro set, houve um show de uma banda local, que esfriou os jogadores. No terceiro set, os saques brasileiros não funcionaram e a seleção perdeu por 25/23. Recompostos e acordados do susto, os jogadores fizeram o melhor set da partida e venceram por 25/15.

No domingo, segundo jogo entre as seleções. O Brasil entrou com uma equipe mais reserva e teve dificuldades com o oposto Thomas Edgar, que marcou 15 pontos no jogo. Mesmo assim, a seleção canarinho venceu por 3 sets a 0, parciais de 25/22, 25/20 e 25/15. Os maiores pontuadores brasileiros foram Lucarelli e Leandro Vissotto, com 15 e 13 pontos anotados. 
O Brasil fecha essa fase em Cuiabá no próximo final de semana, com dois jogos diante da Itália. A fase seguinte será no Brasil também, no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro.

Foto: FIVB/Divlugação

Nesse final de semana, UFC Holliwood, com muito glamour e luta brasileira importante. Lyoto Machida tentava se recuperar encarando o cubano Yoel Romero. A luta estava equilibrada, mas no terceiro round, Romero acertou grande sequência de cotoveladas e desestabilizou totalmente o brasileiro. Assim, Lyoto acumula a segunda derrota seguida na categoria e fica mais longe ainda da disputa pelo título dos pesos médios. Confira maiores detalhes da luta AQUI.


Foto: UFC/Divulgação


Pela Copa América, a nossa querida seleção brasileira encarou novamente o Paraguai, nas quartas de final. A seleção de Dunga começou melhor a partida e abriu o placar com Robinho, após boa troca de passes no ataque. Depois do gol, o Brasil ainda controlava o jogo, mas os paraguaios começaram a acreditar em um resultado melhor e encontraram bons espaços no ataque. Em um pênalti infantil, Thiago Silva ergueu o braço e tocou com a mão na bola. Gimenez cobrou e marcou, empatando o jogo. A partida terminou 1 a 1, com alterações bem estranhas de Dunga, como tirar Robinho, dos mais experientes e dos melhores em campo.
Nas cobranças, o começo parecia promissor, mas Douglas Costa e Éverton Ribeiro erraram suas cobranças, com Éverton chutando rasteiro pra fora e Douglas Costas mandando a bola para a Lua. Roque Santa Cruz imitou Douglas Costa, mas Gimenez acertou a última cobrança e classificou os paraguaios. Infelizmente, o tio de Gimenez teve um infarto ao comemorar a classificação paraguaia, vindo a falecer. Se eu não postar sobre os outros jogos e a Copa América em geral, o João Vitor falará.
Os gols e pênaltis:







No feminino, Copa do Mundo sendo realizada no Canadá e com quartas de final disputadas. Os Estados Unidos, potência no esporte, venceram a China por 1 a 0, gol de Carli Lloyd. 
A Alemanha fez jogo disputadíssimo contra a França e as seleções ficaram no empate em 1 a 1 no tempo normal, gol de Louisa Necib para as francesas e de Celia Sasic para as alemãs. Nas penalidades, a Alemanha venceu por 5 a 4. As alemãs agora encaram as americanas na semifinal.
No clássico da federação asiática de futebol, o Japão venceu a Austrália por 1 a 0, gol de Mana Iwabuchi. 
Mesmo jogando em casa, o Canadá perdeu para a Inglaterra e deu adeus ao mundial. Pelo menos foi para a nação "metrópole" e terra da amada rainha Elizabeth. As inglesas abriram o placar com Taylor e ampliaram com Bronze ainda no primeiro tempo. A seleção canadense, que jogava melhor, não conseguia transformar as chances em gol e marcou apenas um com Christine Sinclair. Final 2 a 1 e Inglaterra encarando o Japão na outra semifinal. As semifinais começam amanhã com Estados Unidos x Alemanha e terça com Japão e Austrália.
Veja abaixo os melhores momentos de todas essas partidas em vídeo:










Vamos agora de Campeonato Brasileiro, com nona rodada rolando e tabela ficando embolada. 
Na Ressacada, o Avaí recebeu o Grêmio e perdeu. Os tricolores saíram na frente com Pedro Rocha e ampliaram com Luan, em bela cobrança de falta. O Avaí diminuiu com Anderson Lopes mas não evitou a derrota. Final 2 a 1. 

Na Arena Condá, a Chapecoense recebeu o líder Sport. Os rubro negros saíram na frente com Rithely, após falta/lançamento de Diego Souza. Bruno Rangel empatou mas não tirou o primeiro posto do time pernambucano. 

Em sua arena, o Corinthians recebeu o Figueirense. O timão foi melhor durante boa parte do jogo e abriu o marcador com Vagner Love após boa trama do ataque. O mesmo Vagner Love sofreu pênalti e Jádson cobrou para ampliar. Na parte final do jogo, Thiago Santana diminuiu para o figueira e colocou certa pressão no jogo, mas não conseguiu trazer o empate. Final 2 a 1. 

No jogo das 11 horas da manhã, 55 mil atleticanos viram o galo encarar o Joinville. E para alegria da massa, após escanteio bem cobrado, Leonardo Silva apareceu para cabecear certeiro. Final 1 a 0 e Atlético em segundo.

No Serra Dourada, jogo disputado entre Goiás e Fluminense. Os goianos saíram na frente com Erik em belo gol encobrindo Diego Cavalieri. Wagner empatou o jogo para o tricolor, mas o Goiás era melhor em campo. Tanto que Gum cometeu pênalti e foi expulso, dando a chance de o time da casa ficar na frente de novo. Mas, Diego Cavalieri defendeu a cobrança. Não muito depois, foi o tricolor que virou o jogo. Edson marcou para o Fluminense. No final da partida, Vinicius se machucou e deixou o time carioca com dois a menos por já ter trocado três jogadores anteriormente. Mas, Cavalieri segurou as pontas e deu três importantes pontos para o time.  Final 2 a 1.

No Allianz Parque, o Palmeiras recebeu o São Paulo para mais um clássico. E, em um remake do jogo no Campeonato Paulista, o time da casa foi muito melhor, fazendo dois a zero no primeiro tempo com total autoridade, em gols de Leandro Pereira e Victor Ramos. O tricolor chegou algumas vezes, parando em Fernando Prass e na trave em chute de Pato, mas foram poucas jogadas se comparadas com a intensidade palmeirense no jogo. Na segunda etapa, Rafael Marques completou o contra ataque marcando o gol e Cristaldo, de cabeça, fechou o caixão. Final 4 a 0, fora o baile. 

No duelo de sensações do campeonato, a Ponte Preta recebeu o Atlético Paranaense. O furacão saiu na frente com Nikão, curiosamente ex-Ponte. A macaca querida virou com gols de Renato Cajá e Felipe Azevedo. Biro-Biro foi o destaque com duas assistências. Final 2 a 1.

Em jogo bem morno, o Coritiba venceu o Cruzeiro por 1 a 0, gol de Rafhael Lucas, quebrando um jejum de sete jogos sem marcar. 

No clássico carioca, Vasco e Flamengo se enfrentaram na Arena Pantanal. Foi uma partida bem ruim também, com pouca qualidade técnica. Quem levou a melhor foi o Vasco, que depois de um ano e meio voltou a vencer na primeira divisão em gol de Riascos. As duas equipes estão no Z-4, em décimo nono e décimo sétimo lugares.

No Beira-Rio, o Internacional recebeu o Santos. Mesmo jogando melhor, o colorado só chegou ao gol na parte final do jogo. Valdívia cobrou falta direto para o gol e acabou encobrindo o goleiro com um chute certeiro, alto e no ângulo. Final 1 a 0.

Confira os gols da rodada abaixo, no Gols da Zueira:




Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.


Até mais!

sábado, 27 de junho de 2015

Gols da Semana



Salve Salve Nerds!

Foto: Getty Images



Sábado e voltamos com os gols da semana em versão quase especial, já que a temporada europeia acabou. Trazemos os gols mais bonitos da temporada toda e os gols marcados no FIFA.

Para começar, vamos com os gols de falta mais bonitos do Campeonato Alemão e os gols mais bonitos nos chutes de fora da área. Confira as pinturas no replay:







Veja também os 10 gols de falta mais bonitos do Campeonato Francês:




E enfim os 10 gols mais bonitos no geral, independente do estilo:




Fechando, os gols mais incríveis do FIFA 15 e toda a acrobacia possível no videogame:






Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.


Até mais!

sexta-feira, 26 de junho de 2015

PES 2016



Salve Salve Nerds!



Prometemos e vamos agora falar do mais novo Pro Evolution Soccer 2016, o popular PES 16. O jogo foi apresentado antes da E3 e achamos melhor não falar dele junto com os lançamentos da feira. A ideia do novo PES é comemorar os 20 anos do jogo, que faz esse importante aniversário tentando recordar suas origens no International Superstar Soccer e Winning Eleven. O grande garoto propaganda do jogo foi o Neymar, astro brasileiro e que foi dos grandes destaques da temporada europeia além de Messi e Cristiano Ronaldo.

As grandes mudanças do jogo para esta nova edição foram a utilização da chamada Fox Engine, uma ferramenta de movimentos e outras melhoras gráficas usada pela Konami em outros jogos, que foi enfim utilizada no PES e assim melhorou a jogabilidade e os movimentos dos atletas. Houve uma melhora na climatização dos jogos, pois na edição passada chegou ao ponto de não chover nas partidas no lançamento do jogo. Agora, dependendo do local da partida, haverá uma probabilidade maior de chuva ou sol.

Foram inseridas novas comemorações, como a famosa selfie de Francesco Totti em um gol marcado por ele no clássico da Roma contra a Lazio. Você pode configurar para uma comemoração ser feita e apertar apenas um botão na hora que marcar o gol. Dependendo do local onde o autor do gol fica ao marcar, ele pode correr para a torcida, ir na direção da bandeira de escanteio e outros locais. Houveram melhoras na Master League e um nivelamento dos jogadores. Ou seja, você vai melhorando o nível de seu jogador, eu posso ter um Neymar level 30 e você um level 50, e o seu jogará melhor que o meu mesmo sendo o mesmo atleta.

Falando da jogabilidade, houveram melhoras com a Fox Engine, tanto nas divididas quanto nos movimentos normais dos jogadores quando correm. Porém, o jogo ficou mais lento e próximo da área os chutes tem uma probabilidade muito grande de se tornarem gols. Achei que a bola ainda fica muito presa nos pés dos jogadores, como se houvesse um imã, apesar de isso ter diminuído segundo comentários também. Vendo um pouco do gameplay comentado pelo diretor da franquia, ainda percebi os jogadores um pouco travados nos movimentos, principalmente quando recebem a bola.

Eu sou um grande fã do PES, foi o jogo de futebol que eu sempre gostei, quando o FIFA perdia feio em qualidade. Hoje, vejo o contrário, o FIFA a frente e com o apresentado da edição 16 parece ainda estar melhor. Pelo gameplay, o jogo da EA ainda é melhor, além de o PES por exemplo não ter equipes e seleções femininas no jogo e ainda dever bastante no modo online. 

Vale lembrar que a versão apresentada na E3 não é a completa, foi apenas uma demo onde quem testou só poderia jogar a partida entre Brasil e Alemanha. Os outros modos aprimorados e todas as equipes presentes no jogo serão apresentados na Gamescom em agosto, na Alemanha.

Eu estou comentando superficialmente, até porque não testei o jogo com minhas próprias mãos. Então, confira abaixo o trailer de PES 16 e o gameplay comentado:


Baita música do trailer






Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.


Até mais!

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Copa América - Análise Quartas de Final



Salve Salve Nerds!

Não tivemos tempo anteriormente para falar de como está sendo a Copa América, portanto, antes dos jogos das quartas de final faremos uma análise sobre a primeira fase e a expectativa dos jogos adiante.

Grupo A:

No grupo A, o Chile foi o melhor time, tendo como adversários a Bolívia, Equador e o México reserva, que chamaremos de México B. O time titular mexicano está se preparando para a Copa Ouro, que é a copa continental das equipes da Concacaf.
A seleção da casa, o Chile, passou em primeiro lugar com sete pontos, enquanto em segundo ficou a Bolívia, que surpreendeu ao superar o Equador. O México fez boas atuações, mas não conseguiu vencer nenhuma partida. As grandes partidas do grupo foram o 3 a 3 entre Chile e México B e Chile 5x0 Equador. Além do Chile, como dissemos, a Bolívia passou. Os bolivianos superaram o Equador e empataram com o México B. 
Sem duvidas, os chilenos foram tecnicamente os melhores, principalmente do meio para frente, com Valdívia jogando futebol de verdade, Vidal, Alexis Sanchez e companhia fazendo a diferença. 

Grupo B:

Foi o grupo mais disputado, com a Argentina ficando em primeiro, seguida de Paraguai e Uruguai. Os hermanos ficaram no empate com o Paraguai na primeira rodada, venceram o Uruguai no sufoco e a Jamaica com certas dificuldades. Os paraguaios se animaram e com uma vitória diante da Jamaica e dois empates se classificaram. O Uruguai sentiu a ausência de Suárez e não teve em Cavani uma boa alternativa no ataque. A celeste olímpica passou em terceiro e agora tentará provar ter potencial para brigar pelo bicampeonato. A Argentina, primeira colocada, não precisou ter Messi e seus companheiros dando show, mas ficou um sentimento de dívida pelo desempenho abaixo do esperado. 

Grupo C:

O último grupo, o C, teve o Brasil passando em primeiro, Peru em segundo e Colômbia em terceiro. A seleção canarinho sofreu para vencer o Peru de virada, depois jogou sofrivelmente contra a Colômbia e perdeu, para na última partida vencer a Venezuela também com problemas. O Peru vem tentando chegar em uma semifinal novamente, mas não jogou para tanto quanto na última edição da Copa América. Venceram a Venezuela e empataram com a Colômbia. E os colombianos, com destaques como Cuadrado, James Rodriguez, Falcao Garcia, Armero, chegou a perder para a Venezuela e passou como melhor terceira colocada quando era favorita junto ao Brasil pela vaga. 


Análise das quartas de final:

Chile x Uruguai:


A equipe da casa vem com o apoio da torcida e  conta com a boa fase da seleção, que vem em busca do primeiro título da Copa América. O Uruguai não mostrou muita qualidade, mas a camisa pode pesar e os bons jogadores da seleção podem fazer a diferença. Para uma seleção que eliminou a Itália na Copa do Mundo ano passado, não podemos duvidar de eliminação contra o Chile. 

Bolívia x Peru:



É o confronto das zebras e piores seleções da competição. A Bolívia vem com Marcelo Moreno, Pablo Escobar, Smedberg mas principalmente querendo surpreender e alcançar uma semifinal histórica. O Peru quer repetir a dose e tem boas chances. Apesar da fase não ser muito boa, o elenco peruano é melhor, contando com Guerrero,  Pizarro, Farfán, Cueva e Sanchez. 

Argentina x Colômbia:



O grande confronto dessa fase. Os argentinos esperam que Messi, principalmente, faça mais a diferença e comande o time pela vitória. Os atacantes, Higuaín e Aguero, não tiveram também atuações de gala e o reserva Tevez apareceu pouco tempo. Já a Colômbia tentará controlar defensivamente os avanços argentinos. Mesmo com jogadores criativos, a seleção deverá se defender mais e jogar no contra ataque. 

Brasil x Paraguai:

Cenas lamentáveis da última Copa América

A nossa seleção, assim como a maioria das participantes, está devendo em desempenho. Um pouco pela má fase e pelos jogadores estranhos convocados e outro pelo final de temporada europeia, que trás jogadores de todas as seleções cansados para a disputa. Os paraguaios vem tentando surpreender, são uma força mediana na competição mas já eliminaram o Brasil em 2011. A seleção guarani deposita suas esperanças em Roque Santa Cruz, Lucas Barrios e Ortigoza na ligação com o ataque para vencer. 


Veja a seleção da primeira fase, comandada por Ricardo Gareca, aquele que treinou o Palmeiras e hoje está no Peru.




Hoje, 20:30, o Chile encara o Uruguai e os jogos se seguem até sábado, quando o Brasil encara o Paraguai. Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.


Até mais!

Vídeos da Semana




Salve Salve Nerds!





Ontem não tivemos post, mas hoje voltamos com os vídeos esportivos que nos chamaram a atenção na semana. Começamos com uma campanha da cerveja Brahma, que, em nome da paz no futebol, uniu os hinos dos quatro grandes clubes de São Paulo em um só. Veja o resultado da combinação pacífica, via Brainstorm9:




O golfe não é aquele esporte animador e que empolga muito os torcedores durante as competições. Buscando dar um animo maior no esporte, o canal Dude Perfect misturou o golfe com outros esportes, como Beisebol, Hóquei, Tênis, Lacrosse, Futebol Americano e outros. Eles usaram tacos, raquetes, bolas e outros objetos desses esportes para chegar o mais próximo possível do buraco da bola de golfe.
Confira essa modalidade nova e mais divertida mesmo que o golfe, via Extratime:





O FIFA 16 foi anunciado, nós falamos AQUI e isso não é tanta novidade. Mas, um canal resolveu dar algumas sugestões de comemorações para o jogo ficar mais divertido. Confira, via Trivela:






Seguimos com uma brincadeira/treinamento desafiador entre goleiros do Leyton Orient, time da terceira divisão da Inglaterra. Separados por 9,15 metros, a distância da marca do pênalti para o gol, eles ficam cada um em gols menores que o normal e chutam um de cada vez uma bola contra o outro, tentando marcar o gol. A diferença é que eles chutam como se fossem cobrar um tiro de meta, aí o desafio maior. A brincadeira, apesar de no final provavelmente deixar umas boas marcas dos chutes, ajuda nos reflexos dos goleiros. Veja via Testosterona Sports:




Para fechar, mais uma lição que o futebol ensinou. Que esse esporte é marcante, todos sabemos, mas, foi comprovado na prática o quanto ele pode ajudar na memória de pessoas com Alzheimer. A Revista Líbero, da Espanha, levou exemplares temáticos das décadas de 40, 50, 60 e 70 para idosos em um asilo. Foi impressionante, eles recordaram jogadores de equipes espanholas com muita lucidez e mostraram que isso é mais do que um jogo, é algo que fica para a vida toda. Confira, via Testosterona Sports:




Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor. 


Até mais!

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Combo de Final de Semana



Salve Salve Nerds!

Está no ar mais um..... Combo de Final de Semana!

Iniciamos os trabalhos para falar de Liga Mundial de Vôlei. E o Brasil jogou contra a Itália duas partidas em domínios italianos. No primeiro jogo, partida incrível e em uma quadra aberta com mais de 11 mil torcedores presentes. Jogando com a torcida e aproveitando erros brasileiros em momentos importantes, os italianos ainda tiveram grandes dificuldades para vencer por 3 sets a 2, parciais de 26/24, 21/25, 25/18, 17/25 e 16/14. 
Já para a segunda partida, a equipe brasileira não jogou em quadra aberta e ainda contou com atuação de gala de Evandro, com 20 pontos. A seleção venceu por 3 sets a 0, parciais de 25/23, 25/22 e 25/16.  A seleção vai agora para a Austrália, onde neste final de semana encara a seleção da casa em mais duas partidas e fecha a primeira fase em Cuiabá contra a Itália. 

Foro Italico lotado para o jogo Foto: FIVB
Seguimos agora falando de Fórmula 1, que teve etapa na Áustria. Como virou de hábito, Mercedes dominaram e Nico Rosberg venceu, seguido de Lewis Hamilton. O alemão diminuiu para 10 pontos a liderança do companheiro Hamilton. Em terceiro terminou Felipe Massa, que fez boa prova e segurou Sebastian Vettel para ficar no pódio. Felipe Nasr terminou em décimo primeiro. Confira todos os detalhes da prova clicando no nosso post AQUI.

Foto: Divuulgação
No sábado, de madrugada, a seleção brasileira sub-20 jogou a grande decisão do mundial da categoria. Os adversários foram a seleção da Sérvia, que abriu o placar com Mandic. Os brasileiros empataram com Andreas Pereira três minutos depois, levando o jogo para a prorrogação. No tempo extra, a seleção sérvia, em contra ataque, virou novamente o jogo com Maksimovic e garantiu o primeiro título do país no campeonato. A seleção canarinho deixou o hexa escapar mas esperamos mesmo que vários atletas sejam bem aproveitados na equipe principal, que é o mais importante. 
Confira os gols da final clicando AQUI.





Outra notícia triste dos campos veio da seleção feminina de futebol. Disputando a Copa do Mundo no Canadá, a seleção jogou contra a Austrália e perdeu por 1 a 0, gol de Simon após rebote errado da goleira Luciana. As brasileiras até tentaram empatar e antes mesmo chegaram com perigo ao gol australiano, porém voltam com um resultado inesperado, já que a equipe é uma das melhores do mundo. Fica o nosso agradecimento a elas, que tem muito pouco apoio do governo e CBF mas conseguem chegar tão longe.



Vamos falar agora de Campeonato Brasileiro e dos nove jogos que já aconteceram nessa rodada espalhada. Ainda na quinta-feira, o Figueirense recebeu o Internacional e as equipes ficaram no zero a zero. 

No clássico paulista, o Santos recebeu o Corinthians e venceu com gol de Ricardo Oliveira no primeiro tempo. O timão tentou empatar mas parou na trave e na falta de criatividade dos atacantes. 

No Maracanã com mais de 40 mil pessoas, o Flamengo recebeu o Atlético Mineiro. E o galo venceu por 2 a 0, gols de Samir, contra, e Lucas Pratto. 

O Sport recebeu o lanterna, Vasco, mas teve problemas para vencer. Começou na frente com André, viu Riascos empatar e virou com Wendel. 

Na sua arena, o Grêmio venceu o Palmeiras por 1 a 0, belo gol de Maicon de fora da área. 

Em mais uma aprontada, a Chapecoense visitou o Cruzeiro no Mineirão e venceu por 1 a 0, gol de Camilo.

O ex-líder São Paulo encarou o Avaí em casa e tinha a vitória na mão até os acréscimos, em gol de Souza. Mas, André Lima fez o gol gol do empate e tirou a liderança do tricolor. 

Em um baita jogo, o Atlético Paranaense recebeu o Coritiba no primeiro clássico entre os dois na nova Arena da Baixada. O coxa começou na frente com Wellington Paulista, que aproveitou chute errado de Marcos Aurélio e aceitou como passe. Não muito depois viu o empate com Walter, o atacante rechonchudo. Dois gols com falhas das defesas. 
O Atlético estava melhor e mandava na partida com mais ações ofensivas e contando com um Coritiba recuado. Mas, quem fez o gol foi Ruy, dos alviverdes, em passe de Marcos Aurélio de novo. Para coroar o bom desempenho atleticano, Edigar Junio venceu disputa com a defesa e marcou o novo empate. Final 2 a 2 e um clássico eletrizante. 

Fechando o domingo, o Joinville venceu a sua primeira partida na primeira divisão desde 1987. E foi contra o Goiás. Kempes abriu o placar, Wesley empatou, mas o mesmo Kempes, inspirado, fez o da virada e da alegria do time catarinense, que enfim venceu no campeonato. Final 2 a 1. 

Ainda falta uma partida para fechar a rodada. O Fluminense recebe a Ponte Preta no Maracanã quarta-feira. 

Confira os gols da rodada no Gols da Zueira:





Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.


Até mais!

domingo, 21 de junho de 2015

Colúnia Esportiva 61 - Hoje não, hoje não, hoje sim?



Salve Salve Nerds!



Fórmula 1 voltando, agora na casa da Red Bull no GP da Áustria. Os treinos foram com pista molhada e a qualificação teve pista secando mas causando várias escorregadas. 
No Q1, a pista meio molhada fez os pilotos começarem com pneus intermediários até a pista secar o suficiente para usar pneus slicks. Com a pista melhorando a cada volta, a primeira parte foi uma sucessão de pilotos fazendo voltas mais rápidas, indo até os segundos finais de treino a decisão de quem ficaria de fora, exceto as Manor, que infelizmente são de outra categoria e já estavam fora. Quem bobeou foi Raikkonen, que não acertou uma volta boa e acompanhou Button e Perez entre os eliminados já na primeira parte. 
No Q2 a pista já estava seca e o povo começou a mostrar o verdadeiro potencial dos carros. Rosberg e Hamilton fizeram os melhores tempos e viram Alonso, Ricciardo, Sainz, Ericsson e Maldonado fora. 
No Q3, a dupla da Mercedes novamente comandou e deixou Vettel, o terceiro, sem esperanças de uma briga pela pole position. Lewis Hamilton fez o melhor tempo e Rosberg o segundo, sendo que os dois erraram e escaparam da pista nas suas voltas finais. Em quarto lugar ficou Felipe Massa, quinto Hulkenberg voltando de Le Mans, sexto Bottas, sétimo Verstappen, oitavo Felipe Nasr e nono Grosjean. Daniil Kvyat, que havia feito o nono tempo, foi punido com dez posições perdidas. Fernando Alonso, Daniel Ricciardo e Jenson Button também sofreram punições e vão largar no fundão do grid.

Foto via The Independent


Na largada, Rosberg assumiu a ponta sobre Hamilton, com Vettel terceiro e Massa quarto. Briga curva a curva entre as Mercedes e Raikkonen bateu fortemente em Alonso. O finlandês perdeu o controle do carro na entrada da reta e bateu em Alonso, que vinha atrás. Com a batida, Raikkonen ergueu o carro de Alonso e os dois só pararam no guard rail. O espanhol já abandonou cinco vezes este ano, mais do que quando corria na Minardi em 2001 no mesmo período, quando abandonou três vezes. Safety Car na pista e boas voltas até os carros serem retirados. Top 5 na volta 5 antes de o SC sair tinha Rosberg, Hamilton, Vettel, Massa e Hulkenberg.





No final da volta 6, enfim, o Safety Car saiu. Relargada e posições mantidas. Massa, aparentemente mais lento, via Hulkenberg chegar e já pressionar para ganhar o quarto lugar. Em nove voltas, Jenson Button abandonou com problemas no carro. Mclaren Honda menos resistente que a Manor. Nada de ultrapassagens importantes por enquanto. Ericsson, o parceiro de Nasr, foi punido com uma passagem nos boxes por queimar a largada.

Bottas passou Verstappen e assumiu a sexta posição. Volta 17 e Grosjean atacava Perez pelo décimo posto. Na reta principal, Ericsson teve problemas com o carro, que parou, mas depois voltou a funcionar e o piloto seguiu. Bottas, bem mais rápido, encostou em Hulkenberg na luta pelo quinto lugar. E o finlandês passou bonito, colocou por fora e colocou na frente na curva. Grande briga entre Grosjean e Nasr. O brasileiro insistiu em passar por fora e acabou levando um chega pra lá do francês.

Nos boxes, Hulkenberg passou Bottas, que já foi pra cima do alemão. Carlos Sainz foi punido com uma parada de cinco segundos nos boxes por ter ultrapassado o limite de velocidade quando foi trocar os pneus. Na briga entre matriz e filial, Verstappen passou Kvyat pelo décimo lugar. E Grosjean passou Kvyat também. Rosberg foi para os boxes na volta 34 e pareceu perder tempo com algumas travadas dos pneus. Massa parou e voltou na mesma posição, quarto lugar. Volta 36 e Hamilton foi para os pits, voltando atrás de Rosberg.

Em parada terrível da Ferrari, Vettel ficou muito tempo nos pits e viu Massa passar ele. Bottas, o rei das ultrapassagens, passou Maldonado pelo sexto posto e já se preparou para chegar em Perez, o quinto. Grosjean e Sainz abandonaram por problemas no câmbio e do espanhol não revelados ainda. E Lewis Hamilton foi punido por ultrapassar a linha branca da saída dos boxes. Ele deverá ter cinco segundos acrescentados no tempo final de prova. Na liquidação das ultrapassagens, Maldonado e Nasr passaram Kvyat. Perez foi outro que passou Kvyat, que estava com os pneus esfarelando de usados.

Perez vinha encostando em Nasr na luta pelo décimo lugar, na volta 46. O mexicano passou sem muitos problemas. Vettel, voando, vinha encostando em Massa. Na volta 49 a diferença era de 2.5 segundos, mas cada vez caindo mais. Maldonado, com pneus mais inteiros, foi pra cima de Ricciardo. O australiano segurou a pressão do venezuelano mas na reta com DRS não conseguiu manter a posição. Massa vinha mantendo a diferença em torno de dois segundos para Vettel, mas ainda restavam 15 voltas para o fim. Ricciardo, com pneus novos, chegou em Nasr pelo décimo lugar.

Ricciardo ultrapassou, espalhou, mas conseguiu passar Nasr. Diferença entre Vettel e Massa caiu para próximo de um segundo, o que poderia deixar Vettel abrir a asa móvel para ultrapassar. Restando cinco voltas, Vettel estava encostado em Massa, sem maiores diferenças e sem retardatários para ajudar Massa a ter tempo. A grande briga da corrida, Massa segurando a todo custo para que Vettel não encostasse para passar. Enquanto isso briga explosiva entre Maldonado e Verstappen. Depois de quase baterem algumas vezes, Maldonado passou Verstappen.Verstappen ainda foi pra cima tentando recuperar a posição.
Hoje não Massa, hoje não, hoje sim Massa? Será que segura a pressão de Vettel? Felipe Massa segurou e conseguiu o pódio! Vence Nico Rosberg e em segundo Lewis Hamilton! O quarto Vettel, quinto Bottas, sexto Hulkenberg, sétimo Maldonado, oitavo Verstappen, nono Perez e décimo Ricciardo.




No campeonato, a diferença entre Hamilton e Rosberg caiu para 10 pontos com a vitória do alemão. E Massa também se aproximou de Bottas.
Confira na tabela abaixo:




A próxima etapa da Fórmula 1 será no dia cinco de julho na Inglaterra, mas não estaremos presentes aqui infelizmente. Desde já pedimos desculpas e agradecemos pela compreensão.

Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.

Até mais!

sábado, 20 de junho de 2015

E3 2015



Salve Salve Nerds!






Esta semana tivemos a E3, a Eletronic Entertaiment Expo, que contou com o lançamento dos últimos jogos e das últimas tecnologias para o entretenimento. E nós vamos falar aqui dos jogos esportivos lançados na feira. Confira:

NBA Live 16:

O jogo versão 2016 da NBA vem com mais avanços. Os movimentos e os contatos entre os jogadores foram tornados mais reais, além dos arremessos, que agora tem níveis de intensidade controláveis. Como promessa, a EA falou que ainda esse ano deverá ter um modo online do jogo. E como novidade, que acontecia mais ou menos em alguns jogos já, você pode usar um aplicativo no celular, que reconhece o seu rosto, escaneia e passa para o jogo. Assim, você cria um jogador com a sua face bem semelhante até pelo exemplo que mostraram na conferência.
Veja o trailer, que mostra bem os gráficos:




FIFA 16:

Esse foi talvez um dos lançamentos mais esperados do FIFA. Após o anúncio de 12 seleções femininas presentes no jogo, a EA trouxe Pelé para o trailer do jogo e para a E3, onde comentou sobre a proposta da empresa, do jogo bonito. Falando das mudanças, o sistema de marcação foi melhorado, para que haja uma eficiência maior do defensor e ao mesmo tempo uma desenvoltura melhor do atacante. Isso já era feito antes, mas parece que mais jogadores foram levados aos estúdios da EA para os movimentos serem gravados para o jogo, dando um maior realismo para os personagens. Como "surpresa", Pelé foi anunciado como comprável no modo Ultimate Team.



Confira o trailer na narração do rei do futebol:





O Techtudo jogou o FIFA 16 na E3  e pela análise deles o jogo teve boas melhoras nos movimentos e na inteligência artificial. Vendo o pouco menos de um minuto de gameplay real deles, deu pra ver que o jogo ficou mais dinâmico e talvez um pouco mais lento, precisando tocar mais a bola para chegar ao gol do que correr pelas laterais.


NHL 16:

Hóquei não é um esporte que eu acompanhe, mas fiquei animado e me deu vontade de jogar o NHL 16 depois de ver o trailer. Além das melhoras gráficas, o jogo tem seus modos de treinador, jogador e online. Mas, o principal e o que é mais focado na apresentação é o jogo cooperativo, o jogo em equipe. A EA criou um modo 6 x 6 e você pode chamar os amigos para um modo carreira coletivo ou mesmo para partidas aleatórias.
Confira o trailer:






Madden NFL 16:

O jogo oficial da Liga de Futebol Americano vem com melhoras gerais, tanto nos movimentos, táticas, recebimento e passes de bola, chamado Air Supremacy. A partir dessa tecnologia a EA relata que devem haver melhoras na qualidade da jogabilidade e na experiência do jogador. São vários fatores, listados AQUI e que caso você já tenha jogado antes o Madden NFL e estiver interessado na nova edição vale a pena conferir.




Tony Hawk Pro Skater 5:

Um dos grandes clássicos do videogame está de volta. Após algumas edições que eu considero bem estranhas e que começaram a fugir da essência do jogo, Tony Hawk está de volta às origens, como o próprio criador do jogo disse, para resgatar esse espírito que havia em torno das versões primeiras do jogo, do Tony Hawk Pro Skater 1 ao 4. Eu fiquei bem animado quando ouvi falar que teria uma versão nova do jogo, até porque essa terá toda a interatividade e a possibilidade de jogo online, além de poder compartilhar suas pistas fabricadas com outras pessoas. As imagens me deixaram meio otimista, eu jogaria de qualquer jeito, mas parece que um pouco dos Tony Hawks recentes permaneceu impregnado nesse, e não sei se é uma boa ideia. Bom, foi pouca coisa divulgada, então espero ter a oportunidade de quem sabe jogar e tirar a prova:





Forza Motorsport 6:

Outro jogo que foi lançado na E3, o exclusivo do Xbox, Forza, chegou para sua sexta edição. O jogo vem com 450 carros e 26 pistas, incluindo uma pista de rua no Rio de Janeiro. Graficamente, o jogo não deve para o Gran Turismo, mas pelos comentários nem Forza nem nenhum jogo ainda superou o Project Cars. Não que isso vá mudar a experiência do jogador, já que Forza tem uma jogabilidade acessível e permite uma boa experiência, não deixando de ser próxima a da pilotagem real. A preocupação principal deles é fazer os carros responderem aos comandos de acordo com a realidade, o que conseguiram muito bem. Ficou um jogo bacana, uma pena que é exclusivo do Xbox.
Confira um gameplay abaixo:





Mario & Sonic at the Rio Olympic Games:

A Nintendo anunciou o jogo já pensando nos jogos olímpicos do ano que vem e para Wii U. Não é grandes coisas, conta com apenas seis modalidades: Rugby, 100 metros rasos, futebol, tênis de mesa e vôlei de praia. O jogo é dividido nos Times Mário e Sonic, com os personagens de cada universo presentes nas duas equipes.
Veja o trailer:




Como análise geral, acredito que a tecnologia dos movimentos em jogos de esporte está abaixo de outras categorias. Vi alguns jogos com um realismo assustador e nos jogos esportivos esses movimentos mais reais evoluíram menos. Não sei se há uma explicação para isso, porém é estranho.
Caso haja algum jogo esportivo que não foi citado aqui, diga nos comentários ou redes sociais para que ele seja incluído aqui. Tentei procurar todos mas pode ter faltado algum.
Em breve falaremos de PES 16 também, aguarde e confie.

Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.


Até mais!

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Por que a maioria das jovens promessas não chega à seleção canarinho?



Por João Vitor Rezende

Veremos essa cena mais vezes? (Foto: Jamie McDonald/Getty Images)
A cada dois anos, os novos craques e as eternas promessas disputam o Mundial Sub-20. Nos últimos sete torneios, chegamos cinco vezes nas semifinais. Dois títulos, 1 vice, 1 bronze e estamos na véspera da final na Nova Zelândia. No mesmo período, duas Copas América e três Copas das Confederações consecutivas. Desde 2003, cinco troféus e pouca satisfação para o torcedor. Nenhuma Copa do Mundo. Nem mesmo a tão sonhada conquista olímpica veio. Poucos jogadores formados nessas competições chegam a seleção principal. Por que isso acontece?

Pra não ir muito longe, vamos fazer um pequeno filtro. Abaixo, alguns dos nomes revelados nos últimos três mundiais disputados de 2007 a 2011 (Brasil não se classificou em 2013). Entre os que deram certo, alguns nomes que já tiveram aparições na seleção principal e outros que ainda estão na esquadra nacional.

Os que deram certo: Luiz Adriano e Marcelo em 2007. Rafael (goleiro do Napoli), Souza, Giuliano, Douglas Costa e Alex Teixeira em 2009. Em 2011, o elenco que gerou mais nomes para a seleção principal. Nomes como Danilo, Juan Jesus (atualmente na Internazionale, já teve chances com Mano Menezes), Alex Sandro, Casemiro, Fernando, Willian, Oscar e Coutinho, estão ou estiveram presentes nas últimas listas.

Apenas listar os nomes que deram errado não foi suficiente. Os flops são tantos que dá até pra fazer uma seleção. Confira a raspa do tacho entre os últimos ex-selecionáveis:
Goleiros: Muriel e Felipe (ex-Santos) - os dois de 2007;
Defensores: Frauches, Toloi, Bruno Uvini, Bruno Bertucci, Douglas (sim, o Doug do Barça), Eduardo Ratinho e Galhardo;
Meio-campistas: Boquita, Leandro Lima, Wellington Junior (ex-Botafogo), Alan Patrick, Ji Paraná (jogava no Internacional em 2007), Tchô (também em 2007) e Maylson (estava no Grêmio em 2009).
Atacantes: Ciro, Henrique (ex-São Paulo), Willian José, Negueba, Jô e Diogo.

Além destes, outros nomes que têm destaque em times brasileiros, mas não despontaram como era esperado: Cássio e Renato Augusto no Corinthians; Anderson na época no Grêmio e hoje no Inter; Pato, Alan Kardec e Ganso no São Paulo e o contestado Dudu no Palmeiras.

Apenas 15 jogadores subiram para a seleção principal. Citando apenas os convocados para a Copa América, o número cai pra cinco (Danilo esteve na lista mas se lesionou). 21 listados entre os que "floparam", fora outros não lembrados e os que estão jogando no país e não deram tão certo assim. Além disso, o planejamento das seleções de bases por muito tempo foi deixado de lado, não formamos técnicos e gestores.

E o principal: não temos paciência. É difícil cultivar um trabalho desta forma. Muitas vezes, o treinador da seleção principal assumia as inferiores no período próximo a Olimpíada, e com isso gastava algumas datas para amistosos com um trabalho que não deveria ser seu. Os jovens atletas não se reuniam, não jogavam juntos, não tinham entrosamento. E quando tinham a oportunidade de jogar juntos, sentiam a pressão de defender a seleção canarinho com a obrigação excessiva.

Quando a seleção com idade olímpica começou a se reunir, o técnico é demitido poucos dias antes do Mundial e com a convocação já feita. Sim, Gallo é um treinador mediano e com currículo fraco. Mas deixaram pra corrigir o erro em um momento pouco oportuno. Sorte que Rogério Micale está dando certo e está dando a palavrinha mágica que todos os cartolas da CBF amam: resultado. Enquanto estiver assim, está ótimo. Quando o resultado deixar de vir, será difícil manter. Espero queimar minha língua com isso.

Deste Mundial da Nova Zelândia, o Brasil pode ver em breve alguns jogadores com destaque. Jean, Jorge, João Pedro, Danilo, Boschilia, Marcos Guilherme, Gabriel Jesus, Alef, Jean Carlos, Malcom, Judivan. Andreas Pereira parecem ser nomes promissores para o próximo ciclo. Parecem, pois nessa idade tudo é incógnita. Danilo, Jean Carlos e Andreas já estão fora do país, outros como Marcos Guilherme e Malcom podem ir em breve. Temos de torcer para que tenham rodagem e voltem para vestir a amarelinha.

A safra é boa, mas já tiveram melhores. O que não é de se espantar, pelo panorama do futebol brasileiro. Quantos destes que brilham em 2015, estarão em 2018, em 2022 ou 2026? Pergunta difícil de ser respondida. Se nem os dirigentes colocam a mão no fogo por nossos atletas, por que eu colocaria?

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Alguém viu Fernandinho aí? Não! Eu também não vi Elias...



Por João Vitor Rezende

Habemus Brasil sem Neymar? (Foto: Reuters)

GSW e a dobradinha de MVP's
Deus (ainda) odeia os esportes de Cleveland. LeBron e seus pimpolhos tiveram minha torcida. E James teve papel fundamental pra que essa série não acabasse no quarto jogo. Ao meu ver, merecia o MVP. Porém, a conquista ficou pro seu marcador, que saiu do banco pra fazer a diferença pro Warriors. Já que os "Splash Brothers", Curry e principalmente Thompson, pouco apareceram, Iguodala resolveu. Com média de 16.3 pontos, 5.8 rebotes, 4 assistências e 37 minutos por jogo, o ala dos Warriors recebeu o prêmio de jogador mais valioso das finais.

Leandrinho, o segundo brasileiro a vencer a NBA, apareceu bem. Acertou pelo menos uma bola de três por jogo, com 10 minutos por duelo na série decisiva. Bolas de fora - inclusive de Steph Curry - que resolveram cair no último jogo, deixando o trabalho mais fácil para o Golden State. As jogadas no garrafão foram um desfalque para o Cavs, que teve Lebron carregando o time nas costa e acabou sentindo o cansaço, principalmente nos jogos 4 e 6. Sem Love e Varejão, fica complicado. Tem outros troféu, Cleveland!

Eu já sabia, que ia terminar assim...
Parafrasear Marcelo D2 foi adequado. São muitos os problemas e espero que eu consiga resumir tudo sem me estender tanto. Atuação sofrível. Neymar muito mal e ainda por cima, estressado, nervoso. Isso diz muito. Talvez o craque do Barcelona não esteja tão pronto assim pra ser capitão. Reclamou muito da arbitragem e acabou sendo expulso. Caiu na provocação dos adversários, como é de costume dos brasileiros. Não aprendemos a jogar contra nossos rivais sul-americanos. Não sabemos lidar com a catimba. O cartão vermelho, somado ao segundo amarelo na competição, renderam dois jogos de suspensão (um por cada ato) para Neymar. Como o Brasil vai se virar? E pro azar de Dunga, a Colômbia estava em uma noite inspirada, com destaque para a ótima atuação de Carlos Sanchez,

Com a derrota quase decretada, o que se viu foi um baita bumba meu boi da seleção canarinho. Muita desorganização, que é responsabilidade de Dunga. Tem tanto jogador do Shakhtar entre os selecionados e o mais útil não foi chamado. Fernando é bem melhor que o seu xará diminutivo. E bem mais proveitoso do que Fred, por exemplo, que em minha opinião deveria ter dado lugar a Felipe Anderson na convocação. Vejo que tinha lugar até pra Oscar, no lugar de Douglas Costa. Coutinho aberto, Firmino na frente. Parece que Dunga não assiste as partidas dos seus atletas. E nem de seus adversários, já que relatou na coletiva que "a Colômbia joga compacta, não vai vir pro ataque". Uma coisa não exclui outra, professor.

Algumas coisas ainda não mudaram. 2015 e ainda falamos de "meia armador". Amigo, em qual seleção temos alguém desempenhando esse papel? E em qual time? O "meia armador" transferiu a função pro volante. Hoje, Fernandinho e Elias desapareceram. Nem tão sumidos, já que o jogador do City vem aparecendo muito, abrindo a caixa de ferramentas o tempo inteiro. Dunga tirou o que de melhor tem Elias: a sua capacidade de chegar ao ataque. Os dois, principalmente Fernandinho, não são um primor de técnica e fundamentos, e não aparecem no ataque.. Assim, formando mais volantes dessa forma, 7 a 1 continuará sendo muito pouco. Só pra lembrar, no 7 a 1, Kroos fez dois gols e Khedira fez outro. Dois volantes.

Segundo o jornalista espanhol Alexís Martín-Tamayo, conhecido como Mister Chip, Gales e Romênia passaram o Brasil no ranking da FIFA. Tá que essa contagem é meio balela, mas é um alerta. Tem que ficar de olho. Culpar a arbitragem pela derrota não adianta e é feio. E culpar Dunga pelo estilo de jogo da Seleção, não adianta. Todo mundo sabia que seria assim. Agora, é tarde.

Quem vai me fazer queimar a língua agora?
Cravei a Argentina como favorita no meu último texto (veja aqui). Agora, tenho um pé atrás. Ao mesmo tempo, nenhuma seleção é unânime até o prezado momento. A Argentina engasgou na primeira rodada contra o Paraguai, e venceu o Uruguai fazendo o básico. Uruguai que na abertura suou contra a Jamaica. Jamaica que disputa a Copa América pela primeira vez, no Chile. O Chile começou bem, mas tropeçou no time reserva do México. Time que deu trabalho pro Brasil em amistoso. Brasil que jogou muito mal e perdeu pra Colômbia. Colômbia que perdeu pra Venezuela na primeira rodada. É a Copa América mais imprevisível que já vi. Mas sigo apostando na Argentina, em sua defesa, criticada mas não vazada, em Messi e na evolução de Tevez no torneio.

E a gurizada vai bem, tchê!
O hexa está perto. Não é zueira com a saudosa Copa de 2014. É o sub-20 próximo de alcançar o feito no Mundial da Nova Zelândia. O time me agrada, mas o trabalho do treinador tem sido digno de aplausos. Rogério Micale herdou a convocação de Alexandre Gallo, assumiu em cima da hora e deu conta do recado. Jean, Jorge, Danilo, Gabriel Jesus, o lesionado Judivan e Jean Carlos, podem se transformar em bons frutos para a seleção principal. Ótimo trabalho contra Senegal e vaga assegurada pra lutar pelo título. Mas é bom abrir o olho com a Sérvia. Os sérvios têm melhorado o seu trabalho na base, tanto que está na decisão do Mundial Sub-20 e na fase final do Europeu Sub-21.

Não esgoto o tema aqui. Amanhã tem post sobre a garotada, pra refrescar a memória. Inté!

quarta-feira, 17 de junho de 2015

NBA - Final Jogo #6 - É Campeão!



Salve Salve Nerds!



Jogo 6 da decisão da NBA, entre Cleveland Cavaliers e Golden State Warriors, novamente na casa do Cleveland. A partida começou com o time da casa melhor, mas por poucos instantes, pois a equipe passou a errar muito na frente, com um ataque pouco inspirado e Mozgov terrível no garrafão. Os Warriors novamente apostaram no jogo com uma equipe mais baixa, que acabou dando resultado. Forçaram seis erros ofensivos dos adversários e ainda converteram quatro bolas de três pontos no quarto. Stephen Curry fechou o primeiro quarto já com nove pontos, seu companheiro Andre Iguodala com 10. Nesse show todo, 28 a 15 para os Warriors no primeiro quarto.

No segundo quarto, Curry começou no banco e o Cleveland conseguiu tirar um pouco a diferença e se ajeitar mais em quadra. Timofey Mozgov, ao mesmo tempo que erra feio nos ataques, era preciso na defesa. Tristan Thompson entrou e conseguiu ajudar LeBron James, que estava bem sozinho no ataque. LeBron somou 11 pontos no segundo quarto e mesmo com os Warriors conseguindo administrar por um tempo a vantagem com cestas de três, o quarto terminou animador para o time da casa, apenas dois pontos de desvantagem, 45 a 43.

Terceiro quarto e no começo o Cleveland conseguiu segurar o ímpeto do adversário. Com a saída de Mozgov e com LeBron muito cansado, a equipe voltou a errar e viu a força do elenco do Golden State fazer a diferença. O reserva do reserva do pivô, Fetsus Ezeli, entrou e fez 10 pontos no quarto. Curry não foi tão atuante na pontuação, mas taticamente empurrava o time. A vantagem dos Warriors chegou a ser de 15 pontos, mas ficou em 12 no final do quarto. 73 a 61.

No último e derradeiro quarto, o Cleveland já entrou mais do que pressionado para tentar reagir e evitar o título do adversário. A diferença caiu, LeBron James cresceu novamente no jogo e J.R Smith chegou a fazer três cestas de três pontos. Mas, do outro lado, quando a diferença chegou a cair para quatro pontos, os Warriors respondiam com mais cestas de três pontos e um jogo tão forte que eles conseguiram controlar os ímpetos dos Cavaliers. No final, não houve tempo para o Cleveland Cavaliers, que mantém o jejum da cidade de não ganhar um título no beisebol, futebol americano e basquete desde 1964. Já o Golden State Warriors quebrou o jejum de quase 40 anos sem vencer a NBA.
No jogo, 32 pontos para LeBron, além de 18 assistências e nove rebotes. Curry e Iguodala, o MVP da temporada regular e o MVP das finais, fizeram 25.





O treinador, Steve Kerr, entra para a seleta lista de campeões como jogador e treinador, além de ser um estreante e já de cara campeão. Leandrinho, o brasileiro do Golden State, é o segundo brasileiro a ser campeão da NBA, o primeiro foi Tiago Splitter ano passado com o San Antonio Spurs.
A equipe da Califórnia alcançou números invejáveis na temporada e que provam o porque do título. Foram 67 vitórias na temporada regular, apenas cinco derrotas nos playoffs, segunda melhor defesa e melhor ataque,

Confira abaixo como foi a decisão em vídeo:







Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.

Até mais!

terça-feira, 16 de junho de 2015

Vídeos da Semana




Salve Salve Nerds!



Vamos com os principais vídeos esportivos da semana, com muita coisa bacana, batuta, tri-legal. Começamos com a Copa América, que está sendo realizada no Chile e com muitos gols. Antes da competição, algumas emissoras sul-americanas fizeram comerciais incentivando, ou quase, seus países. Via Yahoo Esportes:

O primeiro é dos uruguaios, atuais campeões, que normalmente seguem contra a lógica de favoritos e surpreendem (ou quase).Veja o incentivo da celeste olímpica:





Os chilenos, mesmo jogando em casa, tentam acreditar no impossível, em um título diante dos gigantes do continente. Ainda baleados pela eliminação contra o Brasil ano passado, os chilenos apostam na superação de tragédias recentes do país como exemplo para o futebol:




No comercial argentino, como a Copa América não é uma Copa do Mundo, os hermanos fizeram promessas pela metade. Mas, segundo eles, quando a seleção entra em campo o amor pelo time é completo. Confira:




Seguimos agora com três vídeos que eu mesmo fiquei com vontade de produzir um parecido. Os três são de finais, um do Palmeiras na Libertadores, e outros dois das finais dos Mundiais de Clubes do Grêmio e do Internacional quando foram campeões. Os vídeos gaúchos tem os sons do Campeonato Brasileiro 96, do saudoso Super Nintendo, com direito a "forte bomba", "perigo", "forte bomba" e outras frases que o narrador do jogo usava. Já o do Palmeiras é uma obra um pouco mais completa, tem entrada do menu para troca de jogadores, aparece os fatos do jogo, como "lateral", "gol", "falta" na tela como no jogo. Vale a pena ver os três vídeos desses jogos históricos de uma maneira diferente. Confira, via Trivela (Obrigado Trivela!!!):

Grêmio, que venceu o Hamburgo por 2 a 1 em 1983:



Inter, que derrotou o Barcelona de Ronaldinho Gaúcho com gol de Adriano Gabiru em 2006:



E o Palmeiras, que venceu o Deportivo Cali em 1999 nos pênaltis. Esse é o melhor dos três vídeos, apesar de o mais longo.




Para fechar, um canal educativo resolveu explicar fisicamente uma falta cobrada por Roberto Carlos em 1997 contra a França. Veja as explicações físicas para esse chute fortíssimo e com uma curva incrível. Confira, via Brasil Mundial FC:




Não deixe de comentar e compartilhar este e outros posts do Nerd Esporte. Isso nos ajuda muito e faz do blog cada vez melhor.


Até mais!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...